9.1.17

Alriet, de Grazi Fontes

Eu li esse livro a aproximadamente dois meses e entrei em uma profunda ressaca literária que só me permitiu agora, sentar a bundinha na cadeira e tentar escrever o mínimo do quanto esse livro tocou um buraco do meu coração que eu não sabia da existência.

Alecsander, um rapaz tímido que tem dificuldades em se aproximar de garotas. Harriet, uma garota destemida, alegre e nem um pouco tímida, mas muito desastrada e solitária, pois praticamente passou toda a infância viajando.
Um encontro inesperado se transformou em uma grande amizade que já dura há anos. São confidentes e o suporte quando um deles cai. Praticamente não vivem um sem o outro. Sempre encontram uma maneira de manter contato. Seja por e-mail, mensagens e telefonemas. O importante é a amizade nunca desaparecer.
Até que, algo completamente extraordinário acontece, após 6 anos de amizade, o amor chacoalha a estabilidade que eles têm, precisam decidir se querem vivê-lo e correr o risco de destruir tudo o que construíram juntos durante todo esse tempo. Ou esconder o que sentem um pelo outro para não correr o risco de perder o que demoraram para conseguir, a amizade.
A sinopse é bem auto-explicativa né? Se trata de um menino tímido que por acidente conhece uma menina que também é tímida, só que por causa da timidez ou só porque ele não tá afim, ele ignora a menina e não quer ser amigo dela de jeito nenhum, ela começa a seguí-lo e meio que compra a amizade dele com livros, quem nunca fez isso, não é mesmo? OK, eles se tornam amigos e a amizade vai se fortalecendo até o momento em que se tornam inseparáveis e o ponto de apoio um do outro.
Poderia passar a resenha toda falando sobre a amizade  e o que aconteceu na vida deles? Poderia, mas simplesmente não quero, quero focar em outras coisas que o livro tem pra mostrar.
Tanto o Alec quanto a Harriet possuem uma coisa que eu não sei descrever e nem nomear, talvez eu  posso chamar de sensibilidade, mas talvez seja uma coisa maior que isso; eles foram construídos de um jeito que te faz parar e pensar eita cuzão, eu sou assim, estou me vendo no espelho e não sei se isso é bom. Bem, pelo menos comigo foi assim, e foi terrível por que eu estava de TPM e não conseguia parar de ler esse livro, consequentemente chorei cachoeiras enormes, tudo por causa do Alec. Sim. Tudo. O. Que. Acontece. É. Culpa. Do. Alec, cabe a você descobrir se são coisas boas ou não.
Houve momentos em que duvidei do amor e também duvidei da amizade, mas no final toda a fé foi restabelecida, então pra você, que chegou até aqui com a intenção de ler esse livro futuramente, eu tenho um pedido: quando as coisas apertarem, quando parecer que não tem solução ou que tudo tá ruindo e você está de mãos atadas, por favor, continue lá, se você perceber uma fagulhazinha de esperança, assopre até que ela se torne algo grande, como essa história.
Resumidamente, porque já não sei o que falar sobre esse livro, deixar o Alec me conquistar e acompanhar todas as loucuras que ele fez pra conquistar a Harriet, foi uma das melhores coisas que eu fiz, quando eu mesma queria desistir.
Cheguei a conclusão de que mesmo conseguindo ler outros livros, ainda não me curei da ressaca e talvez não me cure tão cedo, porque o que esse livro me ensinou eu quero guardar por muito tempo.
。。。



ISBN 01N02TE8H EDITORA Amazon Kindle PÁGINAS 301
CAPA 1,0 REVISÃO 0,8 DIAGRAMAÇÃO 1,0 CONTEÚDO 1,0 GOSTO PESSOAL 1,0 TOTAL 4,8

Alriet na Amazon
Alriet com a escritora


Me acompanhe  𝀥 Twitter  𝀥 Facebook 𝀥 Instagram 𝀥 Skoob 

12 comentários :

  1. amei seu blog, você fala lidamente, é como se eu sentisse tudo o que você sentiu ao ler. Estou apaixonada!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que linda, adoro receber comentários assim hahaha obrigada.

      Excluir
  2. Uau!
    Muito bom quando uma leitura nos encanta e muitas vezes temos dificuldades em colocar em palavras pra que todo mundo sinta aquilo que sentimos ao lê-la.
    Adorei sua resenha e aguçou muito minha curiosidade para conhecer a obra e mais sobre o autor que até então não conhecia.
    Obrigada pela dica!
    Beijos!

    https://bookobsessionresenhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Toda vez que eu gosto do livro fica difícil falar sobre ele, acho incrível essa minha capacidade hahahaha! Obrigada pela visita <3

      Excluir
  3. A maneira como vc se envolve com a história do livro me leva a pensar que existe algo na sua vida que ele te fez relembrar ou reavivar. Desculpe, foi apenas uma sensação que me ocorreu rsrs...Adorei seu texto e como explanou a história, muitos escritores adorariam ter esse feedback de alguém, vc com toda certeza, enriqueceria muitos deles, e vai, quando tiver uma visibilidade maior digamos assim como crítica profissional, em mim causou-me uma vontade enorme de ler o livro, se eu passasse na frente de uma livraria hoje e vesse ele na vitrine compraria na hora depois de ler sua resenha. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi isso mesmo que aconteceu moça, mas não é questão de ser algo que eu relembrei ou revivi, é questão de que eu tenho a mesma personalidade e a mesma babaquice do Alec, e eu nunca tinha lido um livro e me identificado tanto com a história no geral, parece que a Grazi escreveu esse livro pra mim, sabe?
      E sim, leia esse livro, nunca te pedi nada hahahaha obrigada por esse comentário, ele alegrou meu dia.

      Excluir
  4. Gostei!! Penso que é um livro onde me posso rever bastante... Acho que vou procurar por ele aqui em Portugal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem ele no site da Amazon e se quiser físico, pode falar com autora! Tá tudo linkadinho na resenha <3

      Excluir
  5. Pelo sentimento que você coloca em suas palavras ao falar sobre o livro, fiquei muito interessado em ler. A identificação com os personagens é fundamental para que a leitura seja aprazível. Tenho a impressão que me identificarei com eles também.

    Obrigado pela dica! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu super recomendo esse livro viu! Obrigada pela visita <3

      Excluir
  6. Não conhecia este livro, adorei o título juntando os nomes dos personagens. Realmente parece mexer com nossos sentimentos, sinto que também irei me ver na história. Espero poder lê-lo em breve e acompanhar esta evolução da amizade dos personagens.

    ResponderExcluir
  7. Eu mal li e já estou louca pra reler de tão bom que é, parece até que sou masoquista né? Chorei horrores e quero de novo! Quando ler me conte o que achou e como se sentiu com a leitura, vou adorar saber.

    ResponderExcluir