SURPRESA!

31.1.17
Eu enrolei muito p'ra escrever a resenha desse livro por causa de uma ilusão criada por mim mesmo: eu não gostei da história, mas achava que se  deixasse a história madurar na minha cabeça, eu automaticamente passaria a gostar dela e isso aconteceu de verdade ou não, vocês irão descobrir agora!

Thomas é um pragmático e centrado homem de sucesso… Diversão e leveza é um conceito que há muito não faz mais parte de sua realidade.
Liz é jovem e descomprometida. Diversão é seu lema de vida, algo que Thomas não entende.Ela o confunde, e se não fosse sua extrema competência, ele a teria demitido há tempos… Na verdade, o fato de mesmo tê-la admitido como sua assistente ainda o surpreende.
Mas quando a vida dela sofre uma reviravolta, Thomas conhece um outro lado de Liz… Um que ele não saberia que existia por baixo de toda sua impertinência e irreverência.
Um romance entre ambos é totalmente improvável, além de reprovável… Mas tudo o que eles não só desejam, como precisam.
Lutar contra é impossível, mas, ainda assim, eles o fazem… Mesmo que a derrota seja garantida.
Liz é uma mulher jovem, e como tal, gosta de curtir a vida e se divertir, suas únicas responsabilidades são: trabalhar e alfinetar seu chefe. Já Thomas, o chefe dela, depois de passar por um casamento conturbado e um divórcio difícil, se tornou um cara fechado e mal-humorado, que não sabe porque a contratou, mas faz de tudo para complicar a vida dela dentro do escritório, inclusive destratá-la.
A mãe de Elizabeth não apoia o jeito como ela decidiu viver a própria vida, e isso acaba fazendo com que as duas tenham um relacionamento conturbado e cheio de acusações. A família deveria se unir depois que alguém morre e o último pedido dessa pessoa vira a vida de todo mundo de cabeça para baixo, certo? Errado, parece que pioram. E essa dinâmica acaba afetando a vida pessoal e profissional de Thomas também.
Eu queria contar um pouco mais sobre o enredo e a história desse livro, mas a sinopse já diz tudo o que você precisa saber sobre os personagens e o resto é bem intuitivo, não me dando brecha para contar o óbvio, além do quê, já fazem alguns meses que li esse livro e ele me deixou decepcionada.
Esse é o meu segundo romance da Ariane Britto e depois de ler ele, aprendi que provavelmente todos os livros dela vão girar em torno de um amor e que no começo uma das partes reluta em assumir o relacionamento, mas chegam num acordo, um pouco depois disso acontece algo que estremece as coisas, deixando a relação em dúvida, mas isso também passa e fica tudo maravilhosamente bem.
Assim como Abaixo da Superfície, Surpresa é um romance adulto com algumas cenas hot, mas aqui temos aquele clichézão patrão-funcionária, sabe? Esse foi um dos motivos que me deixaram decepcionada, escrever clichés é legal e todo mundo escreve, mas eu esperava um algo a mais da Ariane e eu não consegui ver isso no desenrolar da história, infelizmente. Outra coisa que me deixou bastante decepcionada foi a escassez de vocabulário e os diálogos com expressões repetitivas. Juntando tudo isso, resultou em muita vontade de abandonar o livro.
SOBRE A EDIÇÃO: Eu sei que é realmente difícil fazer capa de livros, principalmente se é um escritor independente, mas é preciso tomar cuidado com a escolha de fotos, com as escolhas de fontes e com o posicionamento dos elementos, porque a gente não pode dizer que uma foto com as informações escritas são uma boa capa, me entendem?
A revisão/edição do livro são boas, mas poderiam ser melhores, principalmente no quesito de tirar coisas desnecessárias!!!


ISBN B01JMAWBLE EDITORA Clube de Autores PÁGINAS 496
CAPA 0,3 REVISÃO 0,7 DIAGRAMAÇÃO 1,0 CONTEÚDO 0,6 GOSTO PESSOAL 0,2 TOTAL 2,8

Surpresa! na Amazon
Surpresa! na Clube de Autores
Publicar comentário
Postar um comentário