4.7.17

A Garota do Casaco Vermelho | Resenha

A Garota do Casaco Vermelho é a nova lenda urbana. Katherine e Scarlet precisam descobrir a sua verdadeira identidade antes que a polícia descubra, mas será que arriscar a própria segurança e a própria sanidade para salvá-la é uma boa ideia?

Nós estamos em uma cena de crime, antes do crime acontecer. Ela, a Garota nós diz quais vão ser os seus próprios passos, como ele irá morrer por suas mãos. Algum tempo depois as gêmeas chegam, encontram uma boneca e então a busca incessante começa, mas elas não estão sozinhas.
Katherine é a irmã mais nova, supostamente sofre de algum distúrbio psicológico desde a infância, e quando surta o único remédio é manter a sua irmã afastada. Scarlet agora é a responsável por ela, já que moram sozinhas em outra cidade, mas ela é aquele tipo de adolescente que luta contra a hipocrisia, mas acaba sendo hipócrita também. As duas são opostos.
Sophia e Evan também estão nessa caçada à Garota do Casaco Vermelho. Eles também são irmãos e ambos são os melhores amigos de Scarlet. Sophia tem que morrer. Ela é uma pessoa ruim, do tipo que a Garota mataria sem pensar duas vezes, ela finge ser uma patricinha esnobe e com o passar do tempo é isso que ela se torna, um monstro que se sente bem prejudicando os outros. Evan quer vingança. Ele é um bom garoto, tem os seus problemas, dentro e fora de casa, mas sabe se cuidar sozinho.
Apesar de não estarem juntos o tempo todo, eles formam um grupo sem noção nenhuma de perigo para tentarem descobrir quem é a tal Garota, o problema é que ela está mais perto deles do que qualquer um pode imaginar.
A história é totalmente narrada pela Scarlet (ou qualquer outro nome que você queira chamar ela), e eu tive problemas, tanto com a narração em primeira pessoa quanto com a protagonista. Quando chegamos ao ápice da história, que é a descoberta de quem é a Garota, as coisas pioram. 
A escritora tentou transmitir o que ela estava sentindo, toda a perturbação mental e a confusão, mas a estilística que ela usou não me transmitiu exatamente o que deveria transmitir. Ao meu ver, ela tentou passar sentimentos, mas acabou acelerando a narração sem perceber. Ou talvez isso tenha sido intencional, sei lá. Mas isso acontece durante o livro todo, o que me deu a impressão de que foi mal escrito ou que deveria ter passado pelas mãos de um editor.
No geral, eu tento fazer as resenhas sem me ater as minhas opiniões pessoais, mas no momento que eu comecei a ler esse livro, eu soube que não seria possível fazer isso. É uma história que tem uma premissa muito boa, que me chamou muita atenção, mas sabe aquela história de bandido bom é bandido morto? Eu vi ela aqui durante o livro todo, naquele estilo de a gente mata quem matou pra mostrar que é errado matar. Deu p'ra entender? 
A Garota do Casaco Vermelho acabou me lembrando o Kira de Death Note nesse sentido de querer limpar o mal da sociedade, mas a construção dessas protagonistas são totalmente diferentes. Tudo o que acontece quando descobrem quem ela é, a forma como ela lida com isso, tendo /*SPOILER ALERT*/ vários nomes diferentes, fazendo coisas que ela normalmente não faria, me deu a atender que ela é uma adolescente com problemas e que não sabia direito o que 'tava fazendo e depois se arrependeu, mas aí já era tarde demais. 
Esse ponto da hipocrisia, e até a metade do livro, das motivações da Garota, me deixaram meio sem expectativa com o resto do livro. Mas quando a Scarlet descobre o real motivo do surtos da Katherine as coisas começam a melhorar, e depois /*SPOILER ALERT*/ capturam a Garota e acontece novamente toda a confusão mental seguido de todo esclarecimento do que realmente tá acontecendo, para mim, as coisas decaem novamente.
Como já disse, se esse livro passar pelas mãos de um bom editor, ou for reescrito, ele vai ficar supimpa.
SOBRE A EDIÇÃO
Eu não achei a edição do livro bonita, e eu já sabia disso desde o momento em que bati os olhos nela pela primeira vez. 
A pessoa da capa não combina com a protagonista: a mulher da capa tem heterocromia, um olho de cada dor, mas a cor de olho citada no livro é castanho. Dai eu fiquei ué! Entendo que devido a personalidade da Garota, essa representação de duas cores, meio que "duas pessoas" é uma opção, mas não acho que seja a melhor. O título e o nome da escritora também não estão bem posicionados, não chamam tanta atenção quanto deveriam.
A revisão é ótima e a diagramação também, mas a divisão de partes e a página de capítulos, além da folha de rosto, não são tão legais. 

ISBN 8556370780 EDITORA PERCURSO PÁGINAS 271
CAPA ½ REVISÃO ✩ DIAGRAMAÇÃO ½ CONTEÚDO ¼ GOSTO PESSOAL ¼ TOTAL ✩✩½ 
A Garota do Casaco Vermelho no Skoob

Nenhum comentário :

Postar um comentário