17.8.17

A ÚLTIMA CAMÉLIA

 
"Uma flor cobiçada. Um amor proibido. E duas vidas separadas por quase sessenta anos."

Nesse livro nós acompanhamos duas histórias diferentes, ou dependendo do seu ponto de vista, podem ser três também! E para conseguir explicar direitinho, eu vou ter que dividir as coisas, senão eu vou me enrolar toda, e aí já viu.

No primeiro momento, nós conhecemos a Flora, uma moça que trabalhava na padaria dos seus pais e que é contratada por um cara p'ra trabalhar de babá na Mansão Livingston. A questão é que ser babá é apenas um disfarce, o verdadeiro intuito da sua saída dos Estados Unidos para a Inglaterra, nas vésperas da Segunda Guerra Mundial, é encontrar e ajudar a roubar uma espécie rara de camélia!

Depois de se apaixonar por um dos passageiros do navio em que estava viajando e chegar ao seu destino final, Flora se surpreende com as crianças que a esperam e tenta, de certa forma, consertar a vida delas. Mas as coisas mudam quando descobre o motivo pelo qual suas cartas nunca chegaram até seus pais e a flor que pode salvar a vida financeira da família é destroçada e ela precisa voltar para casa por um caminho que colocará sua vida em risco.

"Um vento frio entrou pela janela, enchendo o quarto com um zumbido agudo assustador. Tremi, pensando nas camélias e em seus segredos."

E lá no segundo momento, com quase um século de distância, a gente conhece a Addison, uma paisagista americana, que por motivos de força maior vai passar uma temporada na Mansão Livingston, recém comprada pelos seus sogros. Enquanto o seu marido, Rex, escreve um novo livro, ela tenta esconder os seus fantasmas do passado e descobrir o que aconteceu no jardim das camélias de acordo com as pistas encontradas em um livro antigo.

Addison vive dividida entre ter medo do seu passado e contar para seu marido todas as ameaças e traumas que enfrenta, até então, sozinha. Morar por um tempo nessa mansão lendária pode desabrochar sua coragem, e fazer com que, além de resolver sua vida, descobre a verdade sobre uma série de crimes que rodam aqueles jardins.

"Suspirei, pensando em minha própria vida. Eu estava deixando as pragas crescerem em volta de mim. Elas estavam ameaçando minha felicidade e, de certa forma, minha vida. Então por que eu não podia enfrentá-las?"

Nunca tinha lido nada da Sarah Jio e peguei esse livro por escolha do meu namorado, aí comecei a ler num dia e não larguei ele até terminar, menos de uma semana depois. O que eu pensei que seria apenas um romance água com açúcar se transformou em um mistério, em que eu busquei página atrás de página, descobrir quem era o assassino e o motivo por trás de todos os crimes. Quando eu descobri a minha única reação foi uau e por esse motivo, esse livro se tornou um dos meus favoritos (e olhe que não são muitos nessa lista!)

A escrita da Sarah é simples e bem trabalhada, de uma forma que prende sua atenção e quando você foi ver, já se foram 5 capítulos numa piscada só. Os capítulos intercalados, entre a história da Flora e da Addison, também me fizeram ficar louca p'ra ler logo e saber o que ia acontecer na vida de uma ou outra.

Se você gosta de dramas com uma pitada de romance e mais uma de mistério, eu te recomendo esse livro. E se você não conhece o trabalho dessa autora, dê uma chance! Eu, agora, pretendo ler pelo menos As Violetas de Março e se tudo der certo, de um em um eu leio todos.

Sobre a edição eu só posso dizer que é tudo muito bom! O título do livro tem aquele alto relevo gostosinho, sabe? As páginas são amareladinhas e grossinhas, quase não é possível ver do outro lado. E uma coisa que num primeiro momento me deixou surpresa, mas depois eu adorei, foi que a editora teve o cuidado de colocar os capítulos da Flora, até o título, em um tipo de fonte e os da Addison em outro! Elas podem até parecer serem idênticas, mas eu lhe garanto que não são, talvez apenas da mesma família. A única coisa que eu não achei tão legal assim, foi a capa, ela tem um fundo desfocado que é ok, mas a flor, que deveria representar um exemplar da flor rara, que é a Middlebury Pink, não é lá parecido com a flor real!

ISBN 978-85-8163-835-5 EDITORA NOVO CONCEITO PÁGINAS 320

CAPA 0,5 REVISÃO 1 DIAGRAMAÇÃO 1 CONTEÚDO 1 GOSTO PESSOAL 1 TOTAL ✩✩✩✩'5

POSTAGEM POR NÁTALIA FERNANDES (@MASTERSYKA)


10 comentários :

  1. Fiquei encantadíssima pela obra menina, ainda mais de saber tanta aventuras que os personagens terão que cumprir para salvar a tão linda Camelia, adoraria ler e suas fotos só mostraram o quanto a edição está linda.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi Nátalia, tudo bom?

    Gostei muito de como vc abordou esse livro. Todo esse ar de mistério envolto em uma capa romântica não demonstra o conteúdo rico que a obra carrega. Fiquei instigada a ler e resolver esse crime, esse quebra-cabeça chama atenção de forma única. Enfim, obrigada pela dica, gostei mesmo. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Amei a resenha!
    Meu Deus, eu quase pude sentir a sensação de ler esse livro através da sua resenha.
    Já li um livro da autora e tem tanta profundidade que acho que quando estava lendo sua resenha isso me absorveu.
    Mais um para minha listinha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Pois é Natalia, eu não conheço o trabalho da autora ainda, apesar de ter o livro Violetas de Março. Gosto muito de drama, ainda mais quando tem este toque de romance. Vou anotar este título para dar uma olhada.
    Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Mas que resenha perfeita, parabéns!
    Pude sentir a essência do livro através da sua resenha e impressões.
    Eu já tinha decidido adquirir a obra, agora com a sua resenha sinto que preciso desse livro para ontem; Amo romance dramático, deixa a história ainda mais interessante não é?
    Dica anotada
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oie amore,

    Que capa mais lindaaaa... já quero ler, curiosa por aqui já.
    Adorei a forma que você dividiu a resenha, deu pra conhecer bem as histórias que o livro conta.
    Adorei sua resenha e as fotos, parabéns!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  7. Ah, que bom saber que o livro se tornou um dos seus favoritos, porque pretendo ler em breve! Amo as obras da autora que já li e esse quê de mistério é algo que muitas vezes encontramos, sempre me surpreendo. As violetas de março é lindo demais, espero que você se apaixone por ele!

    ResponderExcluir
  8. É a primeira vez que vejo uma resenha sobre essa história que me faz querer ler o livro. Não sabia que tinha esse suspense e já fiquei intrigada com a história! Amei sua resenha e fotos!

    ResponderExcluir
  9. Ai, que lindo. Eu amo romances e me apaixonei por essa capa. PRECISO! <3

    ResponderExcluir
  10. Oie
    ainda não conhecia mas achei a capa muito fofa e gostei bastante do enredo, muito amor, fiquei mega curiosa e espero poder ler em breve

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir